podes pensar, podes falar, mas tudo o que escrevas tem o poder de ficar.
21 de Outubro de 2009

 Muitos tem sido os comentários sobre as palavras que José Saramago proferiu na apresentação do seu ultimo livro "Caim" sobre a Biblia ser um livro de maus costumes. Alguém, elegido pelos portugueses para um cargo politico, já pediu a exoneração de Saramago como cidadão português... bem eu pouco tenho para dizer sobre este assunto... apenas que existem aqueles que se expressam pelo sentido da opinião, do que acreditam, do que defendem, do que sempre foram coerentes... e existem aqueles que seguem não a sua cabeça, mas sim o caçador, sendo apenas os cães ( com todo o respeito pelo verdadeiro animal) que farejam e tentam apanhar as vitimas dos tiros. Deixo-vos um poema de Nizâr Qabbânî, que penso que retrata o que se passa:

 

ai se um dia te libertasses

da natureza medrosa dos coelhos

e soubesses

que eu não sou o teu caçador 

que eu sou o teu amor.

publicado por opoderdapalavra às 22:17
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
15
16
17
18
19
20
22
23
24
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
5 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Encontrei o texto hoje...Uma pequena correcção, as...
Obrigado Isabel. Concordo consigo, os Amigos apena...
Carlos, bonita homenagem a um amigo. Que o Luís re...
O que mais me chama a atenção, neste...
A tua escrita acompanha o teu espírito. Amadurece ...
Grata, sorrisos :o)
Quente.Arrebatador.
Leitura muito agradável :)Convido a leitura do meu...
Excelente!!Sinto-me representado.Sim, sou eu: o po...
O discurso é apelativo aos mais nobres sentimentos...
blogs SAPO