podes pensar, podes falar, mas tudo o que escrevas tem o poder de ficar.
21 de Maio de 2009

 

Cheguei. Deixei-me ficar no olhar do entardecer. As horas parecem ficar na borda deste lugar, fronteira passiva entre o que vivi e o que estou a sonhar. Este limite de lugar é segredo escondido no seio de uma terra que permanece serena na história, local onde tudo se transforma nesse sentimento de tranquila presença. Sinto que o meu corpo se altera, para o estado quase inerte de medo, de stress, de uma ansiedade que consome como qual animal devorador, a nossa alma. Aqui sempre que me sento, a olhar, apenas olhando, fico na simplicidade das coisas, como apenas uma peça desta parte do todo, apenas onde o todo precisa desta parte onde está esta minha peça. Tudo é simples. Tudo é vida. Tudo é belo.

 

 

 

Lá longe, onde navegantes baloiçam nas ondas que dançam, ritmo marítimo que marca o compasso do navegar. Lá longe, onde os sonhos dos que foram, um dia encontraram no infinito lugar das águas, o finito lugar da terra que havia sido prometida. Lá longe, onde as naus transportaram os pensamentos de homens, as visões de seres que pensaram que para lá deste mar existem terras por explorar. E para lá longe eles partiram, sem medo, receios traiçoeiros de que tudo podiam perder, monstros encontrar, ou do nada voltar. Foram e descobriram. Descobriram que no vento vem a força de procurar, nas estrelas a vontade de guiar, e no sol a riqueza de acreditar. Assim se fizeram os dias, lá longe, quando este lugar é lugar de gentes, fortes, destemidas do fundo negro do nada querer, gentes que gritaram por partir, para cedo voltarem e no anónimo dos corpos, seus nomes escreverem nesta história que um dia alguém decidiu contar. Muito me honra, quando olho lá longe, onde um dia esta terra foi gente, crescida, madura e forte de vontades viajantes e descobridoras. 

publicado por opoderdapalavra às 00:15
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
5 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Encontrei o texto hoje...Uma pequena correcção, as...
Obrigado Isabel. Concordo consigo, os Amigos apena...
Carlos, bonita homenagem a um amigo. Que o Luís re...
O que mais me chama a atenção, neste...
A tua escrita acompanha o teu espírito. Amadurece ...
Grata, sorrisos :o)
Quente.Arrebatador.
Leitura muito agradável :)Convido a leitura do meu...
Excelente!!Sinto-me representado.Sim, sou eu: o po...
O discurso é apelativo aos mais nobres sentimentos...
blogs SAPO