podes pensar, podes falar, mas tudo o que escrevas tem o poder de ficar.
03 de Dezembro de 2012

 

 

 

Levaste-me onde?

Onde o sol se deita e a noite acorda.

E onde fica esse lugar?

No mesmo local onde os teus pés sentem o fresco de um final de tarde, que vem e vai com o seu andamento, aquele nos parece roubar um tempo, o mesmo tempo em que ficamos serenamente sentados a ver as pequenas ondas daquele mar que se estende até o horizonte desaparecer nos limites do céu que tarda a anoitecer.

Não me lembro. Por vezes fico abismado em ficar assim, esquecido. Achas que poderei estar envelhecendo?

Talvez, não sei se estarás ou apenas será a tua memória que, cansada, deseja esquecer-se.

Mas esqueço-me do quê? De mim? De ti?

Nunca nos esquecemos de nós.

Nem quando morremos?

A morte não é um esquecimento, apenas uma pausa que fazemos.

De quê?

Do tempo.

Mas o tempo não pausa…

Talvez pensamos assim, mas ele também para, descansa como velho caminhante, por entre as ruas da lembrança, aquelas onde escrevemos a história e lá fica, como pequenas frases perdidas num traço de caminho que riscamos. Assim fica o tempo, parado no mesmo tempo em que nunca se fez tempo para sabermos dele, o tempo.

Confuso…

Descansa. Aproveita este ar que vem de além, onde o sol já se deita e apenas fica a brisa, a mesma que em breve, nos trará as estrelas, a lua e a noite onde fechamos os olhos, parados ficamos, à espera que tudo volte a caminhar.

Mortos ficamos?

Mortos não, apenas silenciosos.

publicado por opoderdapalavra às 22:55
Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
5 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Encontrei o texto hoje...Uma pequena correcção, as...
Obrigado Isabel. Concordo consigo, os Amigos apena...
Carlos, bonita homenagem a um amigo. Que o Luís re...
O que mais me chama a atenção, neste...
A tua escrita acompanha o teu espírito. Amadurece ...
Grata, sorrisos :o)
Quente.Arrebatador.
Leitura muito agradável :)Convido a leitura do meu...
Excelente!!Sinto-me representado.Sim, sou eu: o po...
O discurso é apelativo aos mais nobres sentimentos...
blogs SAPO