podes pensar, podes falar, mas tudo o que escrevas tem o poder de ficar.
17 de Outubro de 2012

 

 

 

 

Por onde andas, alma minha?

Deveras sofrida, fugiste como raposa esquecida

Deixaram-te morrer no covil dos infames

Onde comeram a tua pele, carne, ossos e os demais

Não deixaram nada de ti, ó alma que partiste

Para longe de quem não te acolheu

Como pátria ínfima do nosso eu

Identidade que nos deste teu nome e teu corpo

Sem pedido de uma troca rebelde

Apenas o amor de uma pátria mãe

Por onde andas, ó alma que já perdi

Ó rima que escrevias o meu poema

Letra que rimavas a minha canção

Som que alegrava o meu sorriso

Abandonaram-te, massacraram-te

Os mesmos que juraram-te, mas cuspiram-te como lobos

Sedentos do teu sangue, que derramas no infinito

Esses que de nada querem, apenas as entranhas dos teus filhos

Os que ainda gritam pela tua vinda

Para que do fundo de um país

Nasça o fruto de uma alma, nova, renascida

Para das cinzas de um fosso

Se criar a floresta de um ar novo.

Aos lobos, deixaremos o que nem a terra quis

Para que morram no sofrimento do seu vazio

E vejam, com os mesmos olhos com que nos mataram

O erguer dos braços que não morreram

E que de novo, ó alma minha, vingaram quem inocente se entregou

À causa de uma pátria sem dono, faminta e mergulhada no poço sem fundo

Estaremos vivos, para que a voz nunca padeça

De gritar por ti, ó alma que de novo, bradas nos corações dos lusitanos

E deles levas a coragem pelas ruas, pelas cidades, pelas aldeias

Pelos povos que do sol e da lua, fazem o ar do renascer

Para que acreditem que na história apenas rezam os que edificaram

O seu nome como heróis da honestidade

E assim, seremos de novo, país, pátria, alma e gente.

 

publicado por opoderdapalavra às 22:52
Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
5 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Encontrei o texto hoje...Uma pequena correcção, as...
Obrigado Isabel. Concordo consigo, os Amigos apena...
Carlos, bonita homenagem a um amigo. Que o Luís re...
O que mais me chama a atenção, neste...
A tua escrita acompanha o teu espírito. Amadurece ...
Grata, sorrisos :o)
Quente.Arrebatador.
Leitura muito agradável :)Convido a leitura do meu...
Excelente!!Sinto-me representado.Sim, sou eu: o po...
O discurso é apelativo aos mais nobres sentimentos...
blogs SAPO