podes pensar, podes falar, mas tudo o que escrevas tem o poder de ficar.
16 de Fevereiro de 2014

Gostava de escrever sobre a vida.

Depois de tanto tempo a escrever sobre a morte, sobre como seria o sofrimento ou mesmo sobre a dor dos demais. Depois de procurar numa lágrima o conforto ou mesmo no grito de uma personagem a forma de eu sentir-me vivo. Depois de achar que as minhas palavras deviam sempre ter um certo toque dantesco. Depois de pensar que afinal no medo de escrever sobre o que me faz escrever, a vida, poderia deixar de a ter, decidi que quero mesmo escrever sobre ela.

Não sei como será o amanhã, mas quero apenas descrever que hoje senti na pele, um sol matinal que me aqueceu a alma.

Não me interessa como foi ontem, mas hoje tive o gosto de olhar o horizonte e senti-lo como parte do meu mundo.

Não me interessa as voltas que o pensamento possa dar, mas o toque, a sensação, o arrepio, o sorriso ou o silêncio, as palavras, a vontade de andar, já preencheram a minha existência...hoje, quando afinal a vida existe.

E ela tinha árvores, flores, tinha o sol e as nuvens, o fresquinho do vento ou os barulhos dos carros. Ela tinha o canto dos pássaros, os odores da terra, ela tinha o estalar da lenha na fogueira ou o sorriso de uma criança que brincava. Ela hoje tinha pessoas que corriam, outras que esperavam sentadas. Ela hoje tinha o gato que fugia ou o cão que ladrava. Ela hoje tinha a voz que vinha do outro lado do telefone, tinha a música do rádio. Ela hoje tinha estes dedos que escrevem-na num pequeno texto.

Hoje escrevi sobre a vida. É tão simples descrevê-la que ao lê-la, penso que hoje já valeu a pena escrever sobre ela.

Obrigado Vida!

publicado por opoderdapalavra às 22:46
Fevereiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
5 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Encontrei o texto hoje...Uma pequena correcção, as...
Obrigado Isabel. Concordo consigo, os Amigos apena...
Carlos, bonita homenagem a um amigo. Que o Luís re...
O que mais me chama a atenção, neste...
A tua escrita acompanha o teu espírito. Amadurece ...
Grata, sorrisos :o)
Quente.Arrebatador.
Leitura muito agradável :)Convido a leitura do meu...
Excelente!!Sinto-me representado.Sim, sou eu: o po...
O discurso é apelativo aos mais nobres sentimentos...
blogs SAPO