podes pensar, podes falar, mas tudo o que escrevas tem o poder de ficar.
24 de Agosto de 2011

 

Um dia um caminhante tropeçou numa pequena pedra e caiu. Tinha percorrido mais de mil kilometros a pé, subiu montanhas, desceu vales e percorreu planícies e planaltos, arriscou-se nos precipícios mais audazes, e nunca tinha tombado... até agora, com uma pequena pedra. Olhou-a, no chão e disse:

- De facto podemos caminhar uma vida de coragem, repleta de aventuras em que não viramos a cara ao desconhecido, em que perdemos o medo de arriscar, mas quando menos esperamos, tombamos com a mais pequena coisa... de facto somos mais frágeis do que pensamos...

Ergueu-se e continuou a caminhar.

publicado por opoderdapalavra às 23:02
22 de Agosto de 2011

 

Chegou a HORA!

 

A HORA  de repensar o futuro, de pensar o presente e construir um caminho.

 

A HORA de fazer uma pausa nas MINHAS palavras, nos MEUS pensamentos.

 

A HORA de me recolher no silêncio.

 

Mas durante esta HORA, irei partilhar convosco ideias, filosofias, imagens, contos, musicas, enfim uma panóplia de POSITIVIDADE, sempre com o intuito de vos fazer parar e pensarem o MUNDO. Ele pode ser MELHOR, mas isso depende de TODOS NÓS....

 

Chegou  HORA... DE MUDAR-MOS!

 

SEJAM FELIZES... PELA VOSSA VIDA!

 

ATÉ BREVE!

publicado por opoderdapalavra às 22:10
11 de Agosto de 2011

O Homem está a esgotar-se.

 

O que vivemos hoje é muito pior que uma recessão econômica, como já o escrevi no passado.

 

Vivemos uma RECESSÃO HUMANA.

 

Vivemos um tempo em que os valores humanos, sociais e filosóficos morreram. Não existem. Vivemos tempos em que o Homem foi suplantado, pelo valor do dinheiro, pelo materialismo gratuito, pelo consumismo desmesurado, pelas acentuadas diferenças sociais, pelas discrepâncias culturais. Temos uma decadência a olhos vistos, mas onde a maioria olha de lado, desvia caminho, não quer saber, ignora absoluta, e assim se fecha os olhos, porque o vazio Humano é deveras gritante.

 

Inglaterra. Anarquia.

 

Noruega. Loucura.

 

Corno de África. Desespero.

 

Economia Mundial. Absurdo.

 

Políticos. Máquinas devoradoras.

 

Petróleo. Veneno.

 

Esquerda. Vazia.

 

Direita. Vazia.

 

Homem. O mais Burro Animal que a Natureza tem... o único que inventa sistemas políticos, sociais, econômicos para se suicidar.

 

 

 

O futuro? Bem, a Natureza em si vai continuar, pois ela não precisa de nós para sobreviver... o contrario já não acontece. A Natureza seguirá o seu caminho, o Homem vai estupidamente morrendo, em vez de olhar para a Vida como uma oportunidade para todos.... o Sol nasce todos os dias e não escolhe ninguém em particular para iluminar, não escolhe cores, não escolhe idiomas, não escolhe fronteiras, não escolhe nada.... apenas existe, logo brilha, e não se incomoda em nada sobre os nossos problemas, assim o faz também o Mar, o Ar, o Fogo, os animais, as árvores, as plantas, enfim, até os vírus....

 

Engraçado, pensamos sermos tão potentes, tão poderosos, repletos de tecnologias, mas assim que aparece uma bactéria mortal, ficamos apavorados, temendo sempre algo que é não sei quantas vezes inferior em tamanho a nós, mas mata-nos...

 

Somos demasiado frágeis, por isso somos tão vazios, sem noção de que temos sido controlados pela ânsia de domínio, mas no fundo não dominamos nada, e sabem porquê?

 

Se controlamos tudo, porque é que continuamos a MORRER?

 

 

 

“ Aquele que acha que tudo pode fazer, não é livre, mas sim um estúpido preso à sua própria ignorância. Livre é aquele que nada faz sem primeiro aprender o que tem de fazer, porque sabe que um bom aluno é aquele que vai saber a ser o melhor dos professores.”

 

Anônimo.

 

 

 

O Homem criou fronteiras para dividir Impérios.

 

A Natureza criou tudo de igual forma, diversificando os conteúdos.

 

O Homem criou os idiomas para comunicar.

 

A Natureza comunica sempre na mesma forma, e todos a compreendem.

 

O Homem criou a evolução para conseguir adquirir mais Poder.

 

A Natureza criou a evolução para gerar o eco-sistema.

 

O Homem criou as sociedades para aprender a não viver sozinho.

 

A Natureza criou as diversidades para que todos tivessem um habitat.

 

O Homem criou as guerras para reinar.

 

A Natureza auto-regenera-se, e quando tem de limpar, simplesmente Limpa.

 

 

 

E ainda pensamos que um Deus virá para nos salvar?...

 

Nem deus quer saber de nós, porque até ele, se existe, tem vergonha...

 

 

 

E, antecipando a resposta, aos que, ao lerem este texto, me acusem de ser mais um dos que fazem parte desta Humanidade, digo-vos que sim, faço parte, e sim, também tenho a minha quota parte de culpa, mas faço por tentar fazer diferente, refletindo, tentando ajudar, participando, querendo que algo mude, procurando um Mundo melhor e mais igual e menos Vazio... e você o que é que já fez por um Mundo Melhor?

 

 

 

Enfim, são só idéias... vou vivendo, porque afinal, um dia... Vou Morrer.... como todos!...

 

 

 

 

publicado por opoderdapalavra às 01:49
07 de Agosto de 2011

 

 

imperfeita é a linha

perfeita a frase nela 

o risco que corre

palmilha o tempo

pé ante pé

traça o trajecto

percurso

caminho

sei lá

algo onde poisa o sentir

e onde os pombos descansam

vindos do confim do pensar

ali

na linha que ainda sustem

que determina a tinta

o sangue da caneta

que descansa no papel

juntos com o abraço

lembrando memórias dóceis

onde o corpo amou outro

onde o lábio encontrou a palavra

uma atrás de outra

sem que pudesse escrever

riscar de novo

escrevo

pergunto se consigo

envolver-me com a frase

ela que perfeita se insinua

com o véu de uma ninfa

e vem-me amando

como amante traiçoeira

que me arrasta no horizonte

onde caso com o nome

dela

essa que me traça

como linha

quase imperfeita

mas onde penso a frase

ela

sempre a perfeita.

publicado por opoderdapalavra às 02:17
Agosto 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
25
26
27
28
29
30
31
subscrever feeds
Posts mais comentados
5 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Encontrei o texto hoje...Uma pequena correcção, as...
Obrigado Isabel. Concordo consigo, os Amigos apena...
Carlos, bonita homenagem a um amigo. Que o Luís re...
O que mais me chama a atenção, neste...
A tua escrita acompanha o teu espírito. Amadurece ...
Grata, sorrisos :o)
Quente.Arrebatador.
Leitura muito agradável :)Convido a leitura do meu...
Excelente!!Sinto-me representado.Sim, sou eu: o po...
O discurso é apelativo aos mais nobres sentimentos...
blogs SAPO